A empresa

Atuante no mercado nacional desde 1935 e no externo desde 1986, o Mondelli Alimentos está entre as principais empresas brasileiras do segmento. Desde sua fundação, o Mondelli preza por oferecer alimentos saudáveis, com qualidade e sabor diferenciados.
Localizado na cidade de Bauru, o Mondelli iniciou suas atividades quando Vangélio Mondelli, imigrante italiano, começou a negociar miúdos bovinos de uma maneira informal. Em 1951, abriu uma pequena empresa de carnes, que rapidamente respondia pelo abastecimento bauruense e de cidades próximas.
Em 1978, o Mondelli inaugurou sua nova sede, na atual localização, no bairro Mary Dota.
Com o progresso da produção industrial, em 1986, os produtos foram introduzidos no mercado internacional com cortes de primeiríssima qualidade.
Desde fevereiro de 2012, a empresa focou a profissionalização de sua estrutura e a implantação de um modelo de governança corporativa.

Hoje, enquanto uma das empresas mais tradicionais no segmento de abate e processamento de carne “in natura” no Brasil, o Mondelli Alimentos está sempre investindo em novas tecnologias para garantir um produto de qualidade, que atenda às expectativas do consumidor.
São mais de 80 anos de inovação, crescimento e excelência que se traduzem em parceria duradouras com clientes, fornecedores e valorização dos colaboradores.
Seus produtos podem ser encontrados em diversos supermercados e açougues de todo o Brasil.

 

 

Processo Produtivo

Todo o processo de produção de carnes do Mondelli Alimentos é submetido a um rigoroso controle de qualidade, de acordo com as normas estabelecidas para empresas do setor e sob a supervisão de profissionais comprometidos.

 

 

Certificação Halal

Habilitado a exportar carne bovina desde 1988, o Mondelli Alimentos viabiliza que seus produtos estejam presentes, atualmente, em mais de 50 países de todo o mundo. No Oriente Médio, onde há nações de maioria muçulmana, a expansão das negociações tem sido possibilitada pelo selo sistema de abate Halal.
De acordo com os preceitos do Islã, a certificação é dada aos gêneros alimentícios que seguem suas regras de fabricação. No caso das carnes, o abate dos bois deve ser feito separadamente por um muçulmano mentalmente sadio, que o faça em sangria única.